Mercados Financeiros

  • Existem custos para transferir a minha carteira de títulos? 

    Ao transferir títulos para o Banco Carregosa, por favor consultar o preçário do Banco de origem. Contudo, não haverá custos no Banco Carregosa para a sua receção tratando-se de títulos da Euronext. Se desejar transferir títulos de outros mercados, por favor, contacte-nos para o podermos informar dos procedimentos a seguir.

    Se estiver a transferir do Banco Carregosa para outro Intermediário aplicam-se os custos indicados no preçário.

  • Como é realizada a execução de ordens de CFDs de Índices/Trackers? 
    O CFD (Contract for Difference) de um índice de ações é um derivado OTC (Over The Counter), e constitui um produto financeiro (neste caso um Tracker), em que a sua cotação, tendencialmente, replica as oscilações e os movimentos do respetivo subjacente. O Banco Carregosa não é market maker e recorre a outra(s) Instituição(ões) de Crédito que efetuam a cotação deste tipo de ativo. Esta cotação tem em conta, essencialmente: (i) os contratos de futuros com idêntico subjacente, utilizando os de maturidade mais próxima e com maior liquidez, ponderados/ajustados por fatores como taxa de juro, fair value e/ou spread basis; ou (ii) métodos estatísticos de um conjunto de ativos financeiros.
     
    Mais destacamos:
     
    1. No início da negociação de uma sessão de Bolsa (abertura do mercado), a cotação do índice pode apresentar um diferencial face ao CFD, fundamentalmente, pelo facto da difusão da respetiva Bolsa de Ações não contemplar ainda a abertura de todos os títulos que o compõem. Neste caso, o contrato de futuro já incorpora a expetativa de negociação e dos seus dividendos. Apesar de possíveis diferenciais, a correlação entre os índices e respetivos CFDs tende para os 99%.  
    2. Relativamente aos dividendos, quando o investidor se encontra longo/comprado ou curto/vendido a CFD(s) de índice(s) de ações, podem ocorrer na sua conta ajustamentos a crédito e a débito, respetivamente. 
    3. Os gráficos difundem cotações indicativas que correspondem ao bid/comprador no ativo. 
    4. O resultado potencial, e o seu reflexo na utilização da margem, varia enquanto o contrato de futuro do índice apresentar cotação (consideram-se os horários estipulados pelas Bolsas de Futuros). Se ocorrer um fecho compulsivo das posições decorrente da excessiva utilização de margem, as ordens são remetidas para o mercado assim que a respetiva Bolsa de Ações iniciar a negociação ou apresentar condições para o efetuar. 
     
    Nota: Os investidores deverão ter na conta margens conservadoras de forma a adequar a volatilidade e liquidez existente no mercado.
  • Como é realizada a execução de ordens de CFDs de Ações? 

    Como um produto OTC (Over The Counter), cotado por uma instituição de crédito com base num ativo (subjacente) que transaciona numa Bolsa, o market maker (a Instituição que efetua a cotação do CFD), executa a ordem quando as condições de mercado permitam passar essa posição de ordem contrária para a respetiva Bolsa, podendo assumir uma de duas formas:

    1. A ordem do CFD é colocada na respetiva Bolsa em que transaciona o subjacente, verificando-se a execução do CFD quando se obtém a transação do subjacente (essencialmente aplicado a CFDs com baixa liquidez e/ou baixa frequência de transação e a CFD-DMA (Direct Market Acess)).

    2. A ordem do CFD fica em sistema (nos "livros" do market maker), e vai para o mercado assim que se verifica a relevante posição de comprador/vendedor no mercado que permita executar a ordem do CFD.

    Com estas duas condições uma execução de CFD estará assegurada quando a posição do preço relevante de comprador/vendedor é verificado na Bolsa em que cotiza o subjacente. Contudo, relativamente ao ponto 2, o Investidor poderá obter um preço melhor mas existe o risco de não se poder verificar a execução.

  • Posso dar ordens pelo telefone? 
    Sim. Pode dar a ordem diretamente aos operadores de bolsa, embora a comissão de negociação possa ser mais alta quando as ordens são recebidas por essa via. Para mais informações, por favor, veja o preçário.
  • Posso fazer day trade?
    Em qualquer intermediário financeiro pode fazer day trade, seja vendendo o que já comprou no mesmo dia como "recomprando" o que já vendeu.
  • É possível a negociação em mercados internacionais?
    Pode transmitir ordens para vários mercados internacionais, para diversos produtos financeiros como ações, obrigações e derivados, recorrendo a plataformas eletrónicas (GoBulling Pro), ou a um operador da sala de mercados.
  • Como é que eu sei o estado de uma ordem? 

    Pela consulta de ordens poderá verificar em tempo real se a sua ordem está num dos seguintes estados:

    • Em Processamento: a ordem foi recebida pelo Banco Carregosa, mas ainda não foi confirmada pelo mercado, podendo estar pendente de autorização.
    • Enviada: a ordem foi enviada e encontra-se ativa no mercado.
    • Alterada: a ordem foi substituída e já não está ativa.
    • Cancelada: a ordem foi cancelada pelo utilizador ou ultrapassou a sua data de validade.
    • Rejeitada: a ordem não foi autorizada ou não foi aceite pelo mercado
    • Parcialmente Executada: a ordem foi apenas parcialmente realizada.
    • Executada: a ordem foi totalmente realizada.

  • Quais são as opções de validade disponíveis para as ordens?
    Dependendo do mercado/ plataforma onde pretende introduzir uma ordem, tem as seguintes opções:
    • At The Close – Ordem que apenas participa no leilão de fecho e que é cancelada se não realizada.
    • At The Opening – Ordem ao mercado que apenas participa no leilão de abertura e que é cancelada se não realizada.
    • Day – Ordem com validade até ao fim do dia.
    • Fill or Kill – Ordem que apenas é executada se totalmente realizada, caso contrário, é cancelada.
    • Good Till Cancel – Ordem com validade máxima. Na Euronext, a validade destas ordens é de 1 ano.
    • Good Till Date – Ordem com validade até à data indicada.
    • Immediate or Cancel – Ordem que ou é executada imediatamente, ainda que parcialmente, ou é cancelada.
  • Para que serve o parâmetro Preço na introdução de uma ordem?
    Quando este parâmetro não é preenchido, o cliente introduz uma ordem ao mercado. Ou seja, compra ou vende ao melhor preço num determinado momento, dependendo das ordens contrárias existentes no mercado. Em momentos de volatilidade ou para maiores quantidades, pode ser bastante diferente do preço do último negócio.
     
    Quando o preço é preenchido introduz uma ordem limite. Assim ordena uma compra ou venda a um preço máximo ou mínimo, respetivamente.
  • O que são ordens stop de venda?
    As ordens stop de venda, mais conhecidas por Stop Loss, possibilita ao investidor tornar-se vendedor, de acordo com os dados introduzidos (título, quantidade e preço), logo que o preço de mercado atinja ou seja inferior ao preço de disparo.

    Neste caso, o preço de disparo terá de ser sempre inferior ao último preço e no caso de ser uma ordem com preço limite este terá de ser igualmente inferior ao preço de disparo.
  • O que são ordens stop de compra?
    As ordens stop de compra, mais conhecidas por Stop Limit, possibilita ao investidor tornar-se comprador, de acordo com os dados introduzidos (título, quantidade e preço), logo que o preço de mercado atinja ou seja superior ao preço de disparo.

    Neste caso, o preço de disparo terá de ser sempre superior ao último preço e no caso de ser uma ordem com preço limite este terá de ser igualmente superior ao preço de disparo.
  • O que é e como funciona o Preço Stop? 

    Quando insere uma ordem de compra, se este parâmetro for preenchido, a ordem apenas passa para execução se o preço do último negócio for igual ou inferior ao preço indicado.

    Quando insere uma ordem de venda, se este parâmetro for preenchido, a ordem apenas passa para execução se o preço do último negócio for igual ou superior ao preço indicado.

    O preço stop deve ser inferior ao preço do último negócio, quando a ordem de compra está a ser inserida. Numa ordem de venda o preço do último negócio deve ser superior ao preço stop.

  • O que é a quantidade mínima?
    Quando este parâmetro é preenchido a ordem apenas passa para execução se a quantidade mínima for realizada imediatamente. Deve ser sempre inferior ou igual à quantidade.
  • O que é a quantidade aparente?
    A quantidade aparente é a parcela da ordem que não é visível nos livros de ordens. Deve ser sempre inferior ou igual à quantidade
  • Quando é que o valor das vendas está disponível?

    Está disponível para compras desde o momento da venda, podendo, no entanto, em caso de desfasamento entre a data de liquidação financeira da venda e a data de liquidação financeira da compra, implicar a existência de um descoberto não autorizado e a cobrança dos valores previstos no preçário e no folheto de comissões e despesas e de taxas de juro em vigor. A liquidação financeira das operações relativas a transações de ações refletem-se na conta do investidor ao final de 3 dias úteis (2 dias úteis para a Bolsa de Ações da Alemanha). Para o Forex, este prazo é reduzido para 2 dias e no caso dos CFDs a liquidação financeira da operação é no próprio dia.

  • Posso agir sobre preços difundidos pelas Bolsas ou entidades criadoras de liquidez?
    O Investidor deverá sempre procurar agir sobre as cotações firmes das diversas ofertas de compra e venda que se verificam e procurar limitar os preços das ordens de acordo com as perspetivas para a evolução do título, assim como controlar sempre a respetiva execução. Os intermediários financeiros não podem ser responsabilizados por eventual má difusão das Bolsas primárias onde cotam os respetivos ativos e o investidor tem de ter a noção que existe uma forte e elevada incerteza no preço e quantidade executadas, nas ordens sem limite de preço quando estas atingem o mercado.
  • O Banco Carregosa pode dar-me conselhos de compra e de venda? 
    O Banco Carregosa tentará colocar no site toda a informação relevante para a determinação do valor de cada valor mobiliário, assim como as proporções de cada ativo numa carteira eficiente segundo determinados critérios, mas não pode transmitir ao cliente o que é que ele deve comprar ou vender. O cliente pode, no entanto, solicitar a gestão da sua conta. 
  • A transação e detenção de posições em derivados exige monitorização?
    A transação de produtos marginados requer a constante monitorização das respetivas posições. Estes instrumentos possuem um elevado fator de risco se não forem propriamente geridos. Os ganhos podem ser transformados rapidamente em perdas como consequência do rápido movimento de preços. Assim a transação de ativos financeiros OTC e/ou de margem exigem conhecimento e equilibrado julgamento.
  • Quais são os limites de utilização de margem?
    A abertura e manutenção de posições em instrumentos derivados (exemplo: CFDs, FX e Futuros) obriga o investidor a manter margens que se encontram listadas nas "Condições de Negociação" da plataforma GoBulling Pro. Se os fundos/ativos na conta diminuírem abaixo destas margens, a conta será objeto de uma "chamada margem" (margin call), de forma a depositar/transferir fundos e/ou encerramento parcial/total de posições detidas para cobrir as referidas margens.
     
    Se a situação das margens não for alterada o sistema poderá encerrar compulsivamente todas as posições detidas em derivados (não será parcial), percorrendo a seguinte sequência:
     
    1. Aos 100% não poderá abrir mais posições que onerem a margem. 
    2. Aos 150% será remetido novo aviso de margem. 
    3.Próximo dos 200% o sistema informa o encerramento das posições em margem. 
     
    Estas mensagens de aviso e de encerramento dependerão das normais condições do mercado podendo a sequência anterior ser rápida se as condições forem de volatilidade, menor liquidez ou a conjunção das duas.
  • Na transação de derivados poderei perder mais que o depósito/capital investido?
    A transação de produtos de margem com alavancagem (como por exemplo, Contratos de Futuros, Opções, CFDs, Forex e ativos financeiros similares), podem implicar ampliados resultados potenciais e reais. Devido ao risco associado a estes instrumentos, sobretudo em condições de mercado anómalas (como eventos que condicionem o normal desenvolvimento das atividades dos emitentes), existe a possibilidade que a perda seja maior que o capital investido, devendo para tal, monitorizar sempre as suas posições e utilização de margem. 
  • Como é cobrado o Imposto Francês sobre Transações Financeiras (FTT - French Financial Transactions Tax)? 
    Desde 1 de agosto de 2012 a compra de Ações de empresas francesas passou a estar sujeita ao pagamento do "Imposto sobre Transações Financeiras" (French Financial Transactions Tax - FTT).
     
    Este imposto incide sobre a compra de Ações e operações similares, de empresas com sede em França, cotadas em qualquer mercado europeu regulamentado, cuja capitalização bolsista ultrapasse os mil milhões de euros. A taxa do imposto a aplicar é de 0,3% sobre o montante da operação.
     
    A legislação determina que o "Imposto sobre Transações Financeiras" (FTT) se aplica apenas às compras líquidas diárias, i.e., se um Cliente adquirir 100 Ações e no mesmo dia vender 25, apenas terá que pagar imposto sobre 75 Ações. A venda não está sujeita a imposto.
     
    De seguida exemplificamos com um caso concreto:

    • Dia 01.01.2017 :: Compra de 100 Ações de uma Empresa Francesa @34€
      • Valor Bruto :: 100 x 34 = 3.400,00€
      • FTT :: 3.400,00 x 0,3% = 10,20€
      • Valor Líquido :: 3.410,20€
    • Dia 01.01.2017 :: Venda de 25 Ações de uma Empresa Francesa @34€
      • Valor Bruto :: 25 x 34 = 850,00€
      • FTT :: 0€
      • Valor Líquido :: 850,00€
    • No Final do dia 01.01.2017 será feito o seguinte apuramento:
      • Compra Líquida do Cliente :: (100-25) Ações
      • FTT Cobrado :: 100 x 34 x 0,3% = 10,20€
      • FTT Devido :: 75 x 34 x 0,3% = 7,65€
      • Valor a Creditar na DO :: 10,20 - 7,65 = 2,55€
    • Simplificando = Quantidade de Venda / Quantidade de Compra x Imposto Pago
    Vantagem Banco Carregosa :: Comissão de Corretagem Zero para o Mercado Francês e Fórmula de Cobrança e Estorno do Imposto mais Cómoda
     
    O Banco Carregosa é o único intermediário financeiro em Portugal que oferece uma "Comissão de Corretagem Zero" aos Clientes que invistam no Mercado Francês, através do canal online (Web e GoBulling Pro).
     
    Para além disso, e porque sabemos como pode ser complexa a gestão de várias contas em simultâneo e a negociação de várias transações diárias (day trading) o Banco Carregosa decidiu poupar-lhe o incómodo.
     
    Qualquer que seja a conta utilizada, o Banco Carregosa faz as contas.
     
    Uma vez que o novo imposto se aplica apenas a compras líquidas diárias (compras subtraídas das vendas), o Banco Carregosa fará essas contas, consolidando diariamente as operações dentro da mesma conta, para apurar o imposto líquido efetivamente devido. Esta facilidade permite-lhe comprar Ações através de uma subconta e vender Ações detidas em outra subconta, fazendo o Banco Carregosa o cruzamento de ambas, para apurar as compras líquidas, sobre as quais incide o imposto.
     
    Assim, independentemente da subconta associada à compra e venda de títulos (Web, GoBulling Pro, GoBulling Premium, Gestão de Ativos), o Banco Carregosa apura os valores líquidos e creditará na subconta DO o imposto "abatido" por operações de venda realizadas no mesmo dia, sobre a mesma Ação.
     
    A legislação sobre o Imposto de Transações Financeiras (FTT) pode ser consultada aqui.
     
    A lista das Ações francesas, sujeitas a imposto está disponível aqui.

  • Qual o horário de negociação dos Índices/Trackers de Ações e CFDs de Ações?
    Stock Index Tracker
    Horário de negociação*
    Valor de um contrato**
    US Tech 100 NAS
    22 hours (18:00 - 16:00)
    USD 1
    US 30 Wall Street
    22 hours (18:00 - 16:00)
    USD 1
    US SPX500
    22 hours (18:00 - 16:00)
    USD 1
    Germany 30
    08:01 - 21:55
    EUR 1
    UK 100
    01:01 - 20:55
    GBP 1
    France 40
    08:01 - 21:55
    EUR 1
    Australia 200
    10:10 - 16:25
    AUD 1
    Switzerland 2008:01 - 21:55CHF 1
    Italy 4009:01 - 17:25EUR 1
    Spain 3509:01 - 19:55EUR 1
    EU Stocks 5008:01 - 21:55EUR 1
    Japan 22523:45 - 17:55JPY 1
    Hong Kong09:16 - 16:10HKD 1
    Netherlands 2508:01 - 21:55EUR 1
    Sweden 3009:01 - 17:25
    SEK 1
    Norway 2509:10 - 17:20NOK 1
    Belgium 2009:10 - 17:30EUR 1
    Denmark 2009:10 - 16:55DKK 1
    UK Mid 25008:10 - 16:30GBP 1
    Germany Tech 3009:10 - 17:30EUR 1
    Germany Mid-Cap 5009:10 - 17:30EUR 1

    * Horário de negociação refere-se ao local da respetiva Bolsa. Note que Hong-Kong tem uma pausa entre as 12:00-13:00 e que no Japão é entre as 3:25 pm e 4:15 pm. Para o UK100 a pausa realiza-se no período 07:50-08:01.

    ** Valor de um contrato: risco que incorre na moeda com um "contrato por diferença" (ou CFD) para o índice/tracker de ações. O incremento de risco também é uma unidade monetária (i.e. pode aumentar a posição por incrementos de uma unidade).

Não encontra resposta às suas questões? Contacte-nos!