Go back
06 May 2013 14h13

Américo Amorim e as PPP: "São um centro de falsificação oculta do indesejável"

Para Américo Amorim, as PPP constituem uma das piores faces do Portugal contemporâneo. “Nunca as tinha constituído. São um centro de falsificação oculta do indesejável”, afirmou, em entrevista publicada esta segunda-feira no semanário “Terras da Feira”.
 
As PPP “tiveram um custo para Portugal, para os próximos 20 a 25 anos, extremamente violento e injusto”, considera o presidente da Galp Energia e dono da Corticeira Amorim.
 
“Estas parcerias, em vários sectores da economia, sacrificam injustamente, para os próximos 25 anos, a sociedade civil portuguesa”, acrescentou. Do seu ponto de vista, “o País não merecia estar na situação tão difícil quanto se encontra”.
 
Entretanto, “as dificuldades abrem-lhe o apetite...” – questionaram-no. “Como sempre”, respondeu Amorim.