Go back
03 July 2013 13h21

BESI: Um novo Governo liderado pelo PS não fará mudanças dramáticas

No curto prazo não há dúvida: a incerteza política vai continuar a penalizar os mercados accionistas e obrigacionista portugueses e as mais afectadas serão as “empresas mais expostas ao mercado doméstico” e os sectores cuja avaliação de risco está mais ligada à evolução do país, como é o caso da banca e das telecomunicações.
 
A análise é do BESI que, numa nota enviada aos investidores a que o Negócios teve acesso, antecipa vários cenários para o desenvolvimento da actual crise política, admitindo a possibilidade de um governo minoritário, de um executivo de iniciativa presidencial ou a convocação de eleições antecipadas.
 
Neste último caso, a análise do BESI admite como provável uma vitória do PS, dado que tem sido esse o partido a liderar as sondagens. E nesse cenário, “acreditamos que o resultado mais provável  será uma atenuação ligeira da política de austeridade mas, na nossa opinião e levando em consideração recentes declarações do líder do PS, as mudanças de política não serão dramáticas”.