Go back
29 April 2013 13h26

Bolsa acentua ganhos com EDP, Galp e PT a subirem mais de 1%

A bolsa nacional mantém a tendência positiva que se verifica nas principais praças europeias, beneficiando com o facto de Itália já ter um Governo e de as expectativas apontarem para que o Banco Central Europeu desça os juros na reunião de quinta-feira.
 
O PSI-20 sobe 1,01% para 6.214,03 pontos, com 17 cotadas em alta, duas em baixa e uma sem variação. Nas restantes praças europeias os índices também registam ganhos, numa sessão em que os investidores estão a reagir de forma favorável ao novo Governo liderado por Enrico Letta, já que o país financiou-se ao custo mais baixo desde 2010 numa emissão de dívida de longo prazo. A Bolsa de Itália é precisamente a que mais sobe (1,52%), num movimento seguido bem de perto pela praça de Madrid (1,12%).
 
Em Lisboa é a Galp Energia que mais impulsiona o PSI-20, com uma subida de 1,5% para 12,21 euros, depois de ter anunciado que os lucros do primeiro trimestre subiram 51% para 75 milhões de euros, acima dos 70 milhões de euros previstos pelos analistas.
 
Ainda no sector energético a EDP avança 1,44% para 2,607 euros, depois de ter sexta-feira anunciado que acordou a venda de uma parcela de 150 milhões de euros do défice tarifário do ano 2012, concretizando a intenção já anunciada pelo grupo de avançar com novas titularizações, no âmbito da consolidação financeira da EDP. A EDP Renováveis ganha 2,21% para 3,935 euros.
 
Na banca a tendência é também positiva, com o novo Governo em Itália a provocar uma descida nos juros da dívida pública dos países periféricos europeus. O Banco Espírito Santo sobe 0,71% para 0,846 euros, o BCP valoriza 0,98% para 0,103 euros e o Banco BPI avança 1,52% para 1,07 euros.
 
Ainda a impulsionar a praça portuguesa está a Portugal Telecom a avançar 1,1% para 3,963 euros e a Jerónimo Martins sobe 0,11% para 18,055 euros.
 
A Sonaecom valoriza 0,28% para 1,76 euros, com os investidores a aguardarem os resultados do primeiro trimestre, que a cotada liderada por Ângelo Paupério publica esta tarde, depois do fecho da sessão.