Go back
10 May 2013 08h03

Bolsa do Japão em máximos de 2008 graças a desvalorização do iene

As bolsas japonesas negociaram esta sexta-feira, 10 de Maio, na pontuação mais elevada desde 2008. A moeda nipónica está a perder força em relação ao dólar americano, o que está a animar as empresas exportadoras.
 
O índice Topix soma 2,43% para os 1.210,60 pontos e está no valor mais elevado desde Junho de 2008. Já o Nikkei avança 2,93% para os 14.607,54 pontos, tocando igualmente em pontuações inéditas desde há cerca de cinco anos.
 
Empresas como a Nikon são as responsáveis por este comportamento. Segundo a Bloomberg, a fabricante de câmaras fotográficas, em que 85% das vendas são conseguidas do estrangeiro, somou 15% para os 2.504 ienes, depois de ter apresentado previsões de resultados que superaram as previsões dos analistas.
 
O iene quebrou a barreira dos 100 dólares - a primeira vez desde Abril de 2009 - e já tocou nos 101,04 dólares. A desvalorização do iene face ao dólar (e consequente valorização do dólar em relação ao iene) dá uma melhor perspectiva para as empresas exportadoras. E esse é um movimento que se tem vindo a sentir desde que o novo governador do Banco do Japão anunciou medidas de flexibilização monetária para animar a economia nipónica e fazer com que a inflação anual atinja os 2% (deixando o terreno negativo em que se encontra).
 
No resto da Ásia, o sentimento não é tão positivo. O MSCI Ásia Pacífico, depois de ter alcançado máximos de Julho de 2011, segue a cair 0,1% dando continuidade à tendência de baixa de ontem. A Europa e os Estados Unidos também têm vindo a acalmar depois dos máximos que têm vindo a ser registados. China e Austrália estão do lado dos ganhos enquanto Hong Kong e Taiwan seguem em baixa.