Go back
03 May 2013 13h58

Buffett aderiu ao Twitter e acumulou 130 mil seguidores em três horas

Warren Buffett, o investidor que segue religiosamente o principio de não investir naquilo que não compreende, deu os primeiros passos nas redes sociais ao aderir ao Twitter. Um passo ousado para o investidor que um dia relatou ter perdido uma oportunidade de negócio com potencial para salvar o Lehman Brothers por não saber ouvir o “voice-mail”.
 
Também conhecido por Oráculo de Omaha, teve uma recepção calorosa com mais de 130 mil utilizadores a tornarem-se seus seguidores nas primeiras três horas. Só nos primeiros 10 minutos, foram 10 mil as contas de Twitter que seleccionaram a opção de “seguir” Buffett, o que quer dizer que irão receber as suas publicações com até 140 caracteres. Perto das 14h00 (hora portuguesa), o número de segudores já se aproximava dos 300 mil. 
 
Warren Buffett é conhecido por ser um dos melhores investidores do mundo, estando na terceira posição das pessoas mais ricas da lista que a revista Forbes publicou em Março. A sua relutância em investir em activos relacionados com novas tecnologias é conhecida, tendo-lhe permitido passar ao lado da bolha das “dot.com”, no início da primeira década do novo milénio.
 
O presidente da Berkshire Hathaway fez apenas duas publicações nas primeiras 19 horas da sua conta do Twitter. Na primeira publicação com a “hashtag” @WarrenBuffett, o octagenário escreveu “Warren is in the house” ("O Warren está na casa", numa tradução literal de registo familiar).