Go back
10 July 2013 10h33

CaixaBI revê em alta preço-alvo da Galp e estimativas de barris para o campo de Carcará

Os analistas do CaixaBI subiram o preço-alvo dos títulos da Galp Energia de 17,10 euros para 18,5 euros, por acção, mantendo a recomendação de “comprar”.
 
Esta actualização positiva das estimativas para a Galp Energia surgiu depois de ter sido revisto em alta o volume de petróleo recuperável no campo de Carcará, para 2,2 mil milhões de barris, onde a petrolífera detém uma participação de 14% no consórcio que explora o bloco BM-S-8, cabendo 66% à Petrobras (operadora), 10% à Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás e 10% à Queiroz Galvão Exploração e Produção.
 
Na mesma bacia, a petrolífera liderada por Ferreira de Oliveira detém ainda participações noutros três blocos: BM-S-11 (10%), BM-S-21 (20%) e BM-S-24 (20%).
 
Os analistas acreditam ainda que Carcará poderá ser uma surpresa positiva no que diz respeito ao volume de hidrocarbonetos recuperáveis.
 
As acções da Galp Energia valem agora 11,635 euros e a avaliação do Caixa BI (18,5 euros) confere um potencial de valorização de 59% aos títulos.
 
Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de “research” emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.