Go back
18 June 2013 10h18

Commerzbank pretende eliminar mais de quatro mil postos de trabalho

A administração do Commerzbank e representantes dos trabalhadores chegaram a um acordo de redução de quatro a seis mil funcionários, ao longo de um período de quatro anos, segundo notícia do jornal alemão “Handelsblatt” citada pela Bloomberg. O plano será apresentado em conselho de funcionários na quarta-feira e é “muito provável” que seja alcançado um acordo, diz a publicação.
 
O banco está ainda a recuperar da crise financeira de 2008. Depois de ter recebido 18,2 mil milhões de euros em ajuda estatal, a instituição realizou o seu quinto aumento de capital, no mês de Maio. No período, as acções perderam mais de 90% e o banco não distribuiu dividendos, refere a Bloomberg.
 
O presidente-executivo, Martin Blessing, acredita que a reorganização do banco vai reflectir-se nos resultados a partir do próximo ano, depois da pressão sobre as receitas e das imparidades que terá de registar, este ano. As acções do Commerzbank perderam 31% desde o início do ano, enquanto um índice da Bloomberg para o sector na Europa apreciou 4%.