Go back
28 June 2013 12h20

Conselheiro de Merkel avisa BCE deverá manter as taxas de juro baixas durante anos

O presidente do conselho de consultores económicos de Angela Merkel considera que “as baixas taxas de juro” que a Zona Euro tem na actualidade “não são saudáveis” para a economia.
 
Christoph Schmidt explicou, em entrevista telefónica à agência Bloomberg, que “não é responsabilidade da política monetária resolver problemas estruturais dos países em crise”. E acrescenta que “se a política orçamental continuar esquecida desta responsabilidade, poderemos ter baixo crescimento e baixas taxas de juro, nos próximos anos”.
 
O conselheiro da chanceler alemã acredita que “enquanto os problemas fundamentais da Zona Euro não forem resolvidos o BCE [Banco Central Europeu] irá provavelmente manter a política de baixas taxas de juro”.
 
De facto, o líder do BCE tem repetido que manterá uma política monetária flexível pelo tempo que for necessário. Mario Draghi tem insistido na ideia de que a autoridade monetária está atenta aos dados económicos e pronta a actuar, se preciso for, principalmente desde o anúncio de uma possível diminuição dos estímulos da Fed que provocou fortes quedas nos mercados financeiros, a nível global.
 
Em Maio, a autoridade monetária decretou uma nova descida da taxa de juro de referência, desta feita para 0,5%. A decisão tem pressionado as taxas de juro interbancárias, já que estas tendem a seguir a taxa directora.
 
Ao mesmo tempo os problemas orçamentais dos países da Zona Euro persistem. França, Itália e Espanha pediram mais tempo à Comissão Europeia para cumprirem as metas do défice orçamental impostas aos estados-membros da região, lembra a Bloomberg.