Go back
27 May 2013 13h51

Crédito y Caución estima aumento de 5% nas insolvências em Portugal

 
 
O número de empresas em insolvência em Portugal vai crescer 5% este ano, um aumento ainda assim mais ténue do que o registado nos últimos anos.
 
A estimativa é da Crédito y Caución e está incluída no relatório Economic Outlook de Maio deste ano, divulgado esta segunda-feira. Em 2010 o número de insolvências aumentou 16%, tendo a taxa de crescimento aumentado até aos 20% deste ano.
 
“O ambiente geral de insolvências, de acordo com a análise, deverá estabilizar mas as insolvências na Zona Euro deverão aumentar, dada a persistência das fracas condições económicas”, refere o relatório da companhia de seguros de crédito.
 
Nos países do euro em maiores dificuldades as estimativas da Crédito y Caución também apontam para uma tendência de crescimento mais brando no número de insolvências. Na Grécia as insolvências deverão crescer 10%, abaixo dos 30% no ano passado. Em Espanha o aumento de 5% estimado para este ano compara com a subida de 38% de 2012.
 
No mapa das insolvências para 2013, entre os países analisados pela Crédito y Caución, Portugal surge no pior grupo, que inclui os países onde a situação se continua a deteriorar e o número de insolvências já se situa em níveis elevados. Ao lado de Portugal surgem também a Grécia, Bélgica, França, Itália e Espanha.
 
Nas estimativas para a evolução do PIB, a Crédito y Caución perspectiva que a economia da Zona Euro vai continuar em contracção este ano, recuperando apenas e forma ténue em 2014. As estimativas para Portugal apontam para uma queda de 2,6% no PIB este ano e uma estagnação em 2014.