Go back
17 May 2013 11h45

Euribor a 6 meses pela primeira vez abaixo dos 0,3% à espera de corte de juros do BCE

As taxas Euribor desceram esta sexta-feira nas principais maturidades, a reflectir a expectativa de mais cortes de juros por parte do Banco Central Europeu.
 
A taxa a seis meses, que é o indexante mais utilizado no crédito à habitação em Portugal, recuou 0,4 pontos base para 0,297%, situando-se pela primeira vez abaixo dos 0,3%.
 
A Euribor a 3 meses recuou 0,2 pontos base, para 0,2%, sendo que nesta maturidade, também muito utilizada como indexante no crédito à habitação, já tinham sido fixados valores mais reduzidos.
 
Nos prazos mais longos as descidas foram ainda mais intensas. A Euribor a 9 meses caiu 0,7 pontos base para 0,388% e a Euribor 12 meses também baixou 0,7 pontos base para 0,479%.
 
Estas descidas reflectem a expectativa mais forte do mercado de que o BCE vai voltar a descer a taxa de juro, já que os dados continuam a apontar para o prolongamento da recessão na Zona Euro. O Eurostat revelou na quarta-feira que o PIB da Zona Euro recuou 0,2% no primeiro trimestre, acima das expectativas dos analistas, que antecipavam uma queda mais ténue.
 
Quando reduziu o juro da Zona Euro de 0,75% para 0,5%, o BCE admitiu que poderia voltar a cortar a taxa de juro de referência, agora para um mínimo de 0,25%, caso a economia da região continuasse a dar negativos.
 
A suportar a descida dos juros da Zona Euro está a forte travagem da inflação na região. Quinta-feira o Eurostat revelou que a taxa de inflação homóloga na Zona Euro recuou de 1,7%, em Março, para 1,2%, em Abril, sinalizando que não há pressões inflacionistas na região, o que abre espaço para o BCE reduzir novamente os juros.
 
Ignazio Visco, governador do Banco de Itália e membro do Conselho de Governadores do BCE afirmou esta semana que colocar a taxa dos depósitos em níveis inferiores a zero seria “uma forma efectiva de ajudar a economia da Zona Euro”.