Go back
16 May 2013 12h52

Euro cai pelo sexto dia consecutivo e entra no maior ciclo de perdas de um ano

O euro segue a depreciar 0,15% para 1,2867 dólares, registando a sexta sessão consecutiva de perdas, que corresponde ao ciclo mais longo de desvalorização desde Maio de 2012.
 
A diminuição da taxa de inflação homóloga, conhecida esta quinta-feira, 16 de Maio, está a pressionar a divisa comum, que está quase em mínimos de seis semanas face ao dólar. A taxa de inflação homóloga na Zona Euro recuou de 1,7%, registado em Março, para 1,2% em Abril, o valor mais baixo desde Fevereiro de 2010. No conjunto da União Europeia, a taxa desceu de 1,9% para 1,4% no último mês.
 
Os dados relativos ao desempenho da economia europeia no primeiro trimestre do ano continuam também a compelir a divisa comunitária, assim como o ténue crescimento do PIB alemão. A economia da Zona Euro contraiu 0,2% nos primeiros três meses do ano e o PIB da Alemanha cresceu 0,1%, menos do que os 0,3% apontados pelos economistas.
 
A incerteza quanto às medidas que o BCE poderá tomar face a estes dados económicos está também a prejudicar o euro.
 
“Os dados do crescimento, conhecidos ontem, a par da inflação deixam em aberto a questão de quando é que o BCE vai implementar mais flexibilidade”, afirma Jane Foley, estratega cambial no Rabobank em Londres, à Bloomberg. “Nas últimas semanas os dados económicos têm estado a favorecer o dólar. O contraste com a Zona Euro é bem visível”, acrescenta a estratega.