Go back
05 October 2023 11h46

Exportações alemãs voltam a cair em agosto

As exportações da Alemanha totalizaram 127.900 milhões de euros em agosto, uma diminuição de 1,2% face ao mês anterior, cujo valor já tinha caído 1,9%, segundo dados revistos pela agência federal de estatística alemã (Destatis).

Quanto às importações alemãs, também caíram em agosto face a julho, 0,4%, para 111.400 milhões de euros.

Em termos homólogos, face a agosto de 2022, as exportações da Alemanha diminuíram 5,8%, enquanto as importações aumentaram 16,8%.

Em agosto, as exportações alemãs para a União Europeia (UE) somaram 69.600 milhões de euros, menos 1,5% do que em julho, incluindo 48.800 milhões destinados aos países da zona euro, menos 2,6%.

Relativamente às importações de países da UE, atingiram 60.000 milhões de euros em agosto, mais 1,9%, com um aumento mensal de 3,2% nas compras feitas à zona euro, para 40.200 milhões de euros.

Já as exportações de bens para países terceiros ascenderam a 58.300 milhões de euros em agosto, enquanto as importações destes países totalizaram 51.300 milhões, o que representa uma quebra de 0,9% e de 3%, respetivamente.

O principal destino das exportações alemãs em agosto foram os Estados Unidos, com 13.300 milhões de euros, menos 1,3% do que em julho, à frente dos 8.400 milhões vendidos à China, mais 1,2%, enquanto as exportações para o Reino Unido caíram 4,2% para 6.000 milhões de euros.

Em agosto, a maior parte das importações alemãs teve origem na China, no valor de 13.000 milhões de euros, o que representou uma diminuição de 2% face ao mês anterior.

Quanto às importações dos Estados Unidos, diminuíram 3,1%, para 7.600 milhões de euros, e as compras do Reino Unido caíram 0,9%, para 3.000 milhões de euros no mesmo período.