Go back
12 July 2023 11h52

Fernando Medina antecipa um valor de dívida pública abaixo da previsão

O ministro das Finanças, Fernando Medina, acredita que o rácio da dívida pública pode ficar abaixo dos 107% do PIB no final deste ano, batendo a meta prevista no Programa de Estabilidade apresentado em abril e que apontava para um rácio de 107,5% do produto interno bruto.

"Estamos a convergir, estamos a melhorar a nossa posição dentro do Zona Euro", afirmou Fernando Medina, em entrevista à Bloomberg. "Estamos perante uma mudança estrutural da economia portuguesa, na boa direção", acrescentou, adiantando que o valor da dívida pública ficará abaixo dos 107% do PIB, superando a meta de 107,5%.

"Provavelmente terminaremos 2023 com um peso da dívida no PIB menor do que Espanha, França e provavelmente Bélgica", afirmou.

O risco de novos aumentos das taxas de juro

Nesta entrevista à Bloomberg, o ministro das Finanças reafirmou a sua posição crítica da política monetária seguida até aqui pelo Banco central Europeu (BCE), afirmando que novos aumentos nas taxas de aumentariam os perigos para a Zona do Euro economia que procura sair de uma situação de recessão.


"Os riscos de novos aumentos poderem criar uma situação mais difícil para o crescimento a nível europeu são agora mais altos e devem ser olhados com muito cuidado", disse Fernando Medina nesta entrevista.

(Notícia em atualização)