Go back
09 July 2013 14h51

Governo das sociedades facilitou processo de fusão entre Zon e Optimus

O facto da Sonaecom, que detém a Optimus, e a Zon Multimédia serem duas empresas cotadas, que cumprem todas as regras de bom governo das sociedades, facilitou a proposta de fusão entre ambas as empresas. Quem o diz é o presidente da Zon, Rodrigo Costa, que considera que o governo das sociedades foi um “factor de grande ajuda”.
 
A participar numa conferência do Instituto Português de Corporate Governance (IPCG), Rodrigo Costa, que está aguardar a decisão do regulador relativamente à proposta de fusão com a Optimus, destacou a importância do "corporate governance" na realização da proposta para unir ambas as empresas.
 
“O facto de serem duas empresas cotadas, sujeitas a regras de governo das sociedades, facilitou toda a proposta de fusão”, sublinhou o empresário, acrescentando que “a base documental de fácil acesso para preparar o projecto de fusão” ajudou a acelerar o processo.
 
Rodrigo Costa adiantou ainda que a operadora trabalha muito “na relação com o accionista” e realçou que grande parte dos investidores da empresa são internacionais.