Go back
17 May 2013 20h19

Governo Espanhol avança com alterações mas mantém linhas ferroviárias

Questionada pelos jornalistas se o governo espanhol estava a ponderar encerrar 48 linhas ferroviárias, e de que forma essa decisão podia afectar as ligações com Portugal, Ana Pastor rejeitou a ideia.
 
"Em Espanha não se encerra uma única linha", afirmou a ministra, aproveitando a oportunidade para esclarecer a questão. "O que vai acontecer é que, nas estações que só tinham um ou dois passageiros por dia, ou que no num ano recebiam 150 passageiros, menos de um passageiro por dia, os comboios deixarão de parar nesses locais", explicou Ana Pastor.
 
As declarações foram feitas após a assinatura do acordo entre Portugal e Espanha que cria o Bloco Funcional de Espaço Aéreo Sudoeste - parte integrante da constituição do Espaço Aéreo Europeu Único (Céu Europeu Único), e de um memorando sobre a cooperação em matéria de infra-estruturas e transportes ferroviários.