Go back
25 June 2013 09h46

Juros de Portugal aliviam após escalada de 70 pontos base em três dias

Os juros da dívida pública portuguesa estão em queda nesta terça-feira, aliviando da forte subida das últimas sessões e em linha com o comportamento da restante dívida europeia.
 
A “yield” das obrigações portuguesas a 10 anos cede17 pontos base para 6,63%, depois de ontem ter tocado em máximos desde Janeiro acima dos 6,8% e acumulado uma escalada de mais de 70 pontos base em três sessões.
 
Esta correcção também se verifica nas obrigações soberanas de outros países, cujas cotações registaram fortes quedas (o preço varia em sentido contrário à “yield”) devido aos receios com a retirada de estímulos por parte da Reserva Federal.  Ontem os juros das obrigações dos Estados Unidos e do Reino Unido atingiram máximos desde Agosto de 2011.
 
Na dívida europeia a sessão de ontem também ficou marcada por fortes subidas nas “yields”, estando hoje o dia a ser de correcção. O juro da dívida alemã a 10 anos cai 3 pontos base para 1,78%.
 
Nos periféricos a tendência é igualmente de alívio, com a “yield” da dívida espanhola a 10 anos a ceder 12 pontos base para 4,99%, depois de ontem ter atingido máximos de 12 semanas acima dos 5%. Em Itália o juro das obrigações com a mesma maturidade cai 9 pontos base para 4,73%.
 
Na dívida portuguesa a descida dos juros é transversal a todas as maturidades. A “yield” das obrigações a cinco anos recua 6 pontos base para 5,62% e no prazo a dois anos a queda é de 4 pontos base para 3,53%.