Go back
28 June 2013 11h28

Morais Sarmento: "O programa de ajustamento está a resultar"

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou esta sexta-feira que o défice orçamental do primeiro trimestre foi de 10,6% do produto interno bruto (PIB), já contabilizando os 700 milhões de euros que o Estado injectou no Banif através da subscrição de acções. Excluindo esta operação o défice ficou nos 8,8%.
 
“Temos que cumprir um défice que está acordado. A reclassificação da recapitalização bancária não tem impacto nesse objectivo”, afirmou Morais Sarmento numa breve conferência de imprensa, transmitida pelas televisões, para reagir aos números apresentados pelo INE.
 
“A receita está a crescer e bem. Creio que os valores de Maio permitem ter confiança que cumprimos” os objectivos acordados com a troika, adiantou o responsável. “O programa de ajustamento está a resultar”, sublinhou.
 
Numa breve declaração, Morais Sarmento reiterou que os dados divulgados “confirmam a correcção do desequilíbrio externo” e revelam que a economia nacional voltou a ter “capacidade de financiamento”. “Portugal tem agora capacidade de financiamento externo”, sublinhou.
 
Desta forma, os dados conhecidos esta sexta-feira “indicam que o progresso do programa de Portugal é bom.”