Go back
06 May 2013 09h46

Moscovici declara o "fim do dogma da austeridade"

“Assistimos ao fim do dogma da austeridade” como a única ferramenta para combater a crise do euro, afirmou Pierre Moscovici, numa declaração à rádio Europe1, citada pela Bloomberg.
 
“Temos defendido uma política de crescimento”, mas “a austeridade por si mesma impede o crescimento”, defendeu.
 
Estas declarações surgem depois de na semana passada, a Alemanha ter apoiado a flexibilização dos prazos para que França e Espanha cumpram as metas de défice. Os dois países terão mais dois anos para atingir o objectivo de défice de 3% do produto interno bruto (PIB).
 
Esta “flexibilização” foi revelada na sexta-feira, 3 de Maio, depois da Comissão Europeia ter divulgado as suas previsões económicas da Primavera, estimando que França registe uma contracção de 0,1% este ano, o que compara com um crescimento de 0,1% estimado em Fevereiro.