Go back
26 June 2013 16h55

Passos Coelho diz que "o País precisa menos de greves e mais de trabalho e rigor"

Questionado pelo deputado do CDS Nuno Magalhães, Passos Coelho sublinhou que o “direito à greve é um direito fundamental, que deve ser respeitado por todos”, e o “exercício do direito à greve obedece a regras”. Passos Coelho sublinhou que nunca ouviu um Governo opor-se à greve.
 
Porém, “politicamente, posso dizer que o País precisa menos de greves e mais de trabalho e rigor”, considerou. “O direito à greve é inalienável e quem o faz não faz mais que o exercer, e o Governo nunca deixará de o respeitar”, garantiu o primeiro-ministro, no debate quinzenal desta tarde.
 
Para o primeiro-ministro, “o Governo tem obrigação de oferecer aos portugueses um horizonte de esperança que lhes permita acreditar que os sacrifícios têm significado”.