Go back
18 June 2013 18h06

Passos pede a Maduro para voltar mais vezes. Os dois países querem "fazer mais e melhor"

“O volume de negócios [entre Portugal e a Venezuela] tem aumentando de forma significativa”, sendo a Venezuela o principal destino das exportações portuguesas na América Latina, afirmou o primeiro-ministro português na conferência conjunta com o Presidente Nicolas Maduro, em Portugal para participar na 8ª Comissão Mista de Acompanhamento Bilateral Portugal-Venezuela. “Portugal e a Venezuela têm sabido trabalhar em conjunto e querem fazer mais e melhor”, disse Pedro Passos Coelho.
 
Pedro Passos Coelho destacou ainda as “excelentes relações políticas” entre Portugal e a Venezuela e a “vontade em aprofundar a parceria entre os dois países”. O Chefe do Governo assinalou, neste contexto, a assinatura de uma novo programa de cooperação cultural, o protocolo de cooperação na área do turismo e os intercâmbios nas áreas desportivas.
 
O primeiro-ministro destacou ainda os protocolos que foram assinados entre “muitas empresas portuguesas e o Estado venezuelano” e o protocolo entre a Câmara Municipal do Funchal e o estado venezuelano de Falcón “para troca de experiências”.
 
No final da sua intervenção, Pedro Passos Coelho pediu a Nicólas Maduro que regresse mais vezes a Portugal “com amizade e confiança”.