Go back
29 April 2013 15h27

S&P: Preços das casas em Portugal caem 1,5% este ano

“O mercado imobiliário residencial continua a derrapar gradualmente, com a procura a fraquejar”, escreve a economista Sophie Tahiri. “As famílias não estão dispostas a comprar casas porque a confiança do consumidor está a cair, o desemprego parece dirigir-se para os 18% este ano, e os rendimentos estão a descer”, acrescenta.
 
A agência projecta uma desvalorização média de 1,5% dos preços das casas, depois do recuo de 2,7% em 2012 e de 0,8% em 2011.
 
A contracção é a quinta maior entre os nove países europeus analisados. Segundo a S&P, os preços das casas em Espanha vão afundar 8% e mais 5% no próximo ano. O mercado vai também cair em França, Itália e Holanda, mas vai subir na Alemanha, Reino Unido e Bélgica.
 
Em Portugal, “apesar das iniciativas tomadas pelos bancos e pelo Governo, continuamos a acreditar que o mercado imobiliário vai continuar deprimido no curto prazo, devido à deterioração das condições do mercado de trabalho, baixa confiança, ajustamento permanente dos rendimentos e acesso apertado ao crédito”.
 
A S&P acredita, no entanto, que ao contrário dos outros quatro países com queda dos preços em 2013, o mercado imobiliário em Portugal vai parar de cair em 2014. “Em comparação com Irlanda ou Espanha, Portugal não tem um excesso de oferta de casas, resultado do desempenho económico fraco e décadas de controlos sobre as rendas”, assinala a agência.