Go back
24 May 2013 18h08

SAG intensifica perdas no primeiro trimestre de 2013

A Soluções Automóveis Globais (SAG) registou um prejuízo de 3,7 milhões de euros no primeiro trimestre de 2013, contra uma perda de dois milhões no período homólogo de 2012, anunciou a empresa esta sexta-feira em comunicado à CMVM.
 
De acordo com o comunicado da SAG, “o resultado líquido reportado neste trimestre inclui já o impacto negativo de 1,2 milhões resultante das alterações introduzidas em Portugal, com efeitos a partir de 2013, que impõem limites à dedutibilidade fiscal dos encargos financeiros”.
 
Apesar do resultado líquido consolidado negativo, as actividades em Portugal e no Brasil contribuíram positivamente para o resultado líquido consolidado da SAG, no valor global de 2,1 milhões de euros.
 
O volume de negócios consolidado fixou-se em 123,8 milhões de euros. Em Portugal, o volume de negócios ascendeu aos 87,6 milhões, registando uma redução de 12,8 milhões em relação ao valor do mesmo período do ano transacto, valor que traduz a “manutenção de um enquadramento macroeconómico desfavorável e a consequente redução do volume de actividade”.
 
Já a contribuição da unidade brasileira Unidas para o volume de negócios foi de 36,2 milhões, o que corresponde a 57,72% do total do volume.
 
Em relação ao EBITDA consolidado no período em apreciação, atingiu 14,8 milhões de euros, um aumento de 22% em relação ao primeiro trimestre de 2012. A contribuição da participada Unidas foi de 12,6 milhões e com as actividades desenvolvidas em Portugal contribuíram 2,2 milhões.