Voltar
15 maio 2013 15h56

Amazon UK paga 2,8 milhões de euros de impostos apesar de vendas de 5 mil milhões

A Reuters noticia hoje, 15 de Maio, que a Amazon UK estará envolvida num processo de fuga aos impostos, acompanhando outras marcas de renome que nos últimos anos têm-se envolvido em situações semelhantes, como a Apple, Starbucks, Google ou Microsoft.
 
De acordo com os registos da empresa do Reino Unido, esta recebeu 2,9 milhões de euros em subsídios governamentais em 2012, ano em que pagou apenas 2,8 milhões em impostos. Isto quando as receitas totalizaram 5 mil milhões de euros.
 
A Amazon pagou impostos tão baixos porque as vendas a clientes do Reino Unido passaram a ser efectuadas através de uma filial no Luxemburgo, a Amazon EU Sarl, que emprega cerca de 500 funcionários.
 
Na realidade, a filial inglesa, que emprega mais de 4.000 pessoas directamente, é considerada, para efeitos fiscais, uma fornecedora de serviços à unidade no Luxemburgo.
 
No Luxemburgo a Amazon EU paga impostos mais baixos porque paga centenas de milhões de euros, todos os anos, em honorários a uma sua filial que está isenta para efeitos fiscais, que também está sedeada no Luxemburgo.
 
Um dos membros parlamentares dos Democratas Liberais, John Hemming, afirma que a recente descoberta revela a inadequação das regras existentes para combater o desvio de lucros de grandes companhias no Reino Unido. “O Governo precisa claramente de estudar detalhadamente como lidar com os impostos no comércio electrónico”, afirmou
 
Já um membro do Partido Trabalhista afirmou à Reuters que quer que as autoridades investiguem a Amazon, classificando o pagamento de impostos da empresa como “patético”.
Os concorrentes também lançaram críticas à empresa, considerando que este caso sublinha a concorrência desleal para com os negócios mais pequenos.