Voltar
27 junho 2013 21h44

Antigo tesoureiro do PP espanhol foi preso

O juiz Pablo Ruz condenou Luis Bárcenas a prisão preventiva por existir “uma elevada probabilidade” de fuga do antigo tesoureiro do Partido Popular espanhol, que foi despedido por estar envolvido num escândalo de fraude financeira.
 
O ministério público pediu que Bárcenas fosse sujeito a prisão preventiva por estar a transferir fundos das suas contas que não se encontram bloqueadas para a Suiça, Estados Unidos da América e para a o Uruguai.
 
A simulação de uma venda de arte no Uruguai, que o político usou para justificar o depósito de meio milhão de euros pela mulher de Bárcenas numa conta motivou a decisão do juíz, segundo o jornal “El País”. O juiz também acredita que o responsável poderá destruir ou fazer com que desapareçam provas.