Voltar
11 junho 2013 15h30

Antigos administradores dos CTT absolvidos pelo tribunal de Coimbra

O presidente dos CTT entre 2002 e 2005, Carlos Horta e Costa (na foto), e os administradores, durante o mesmo período, Manuel Carrasqueira Baptista e Gonçalo Rocha, estavam acusados de, alegadamente, terem provocado prejuízos à empresa, que, de acordo com a pronúncia, ascendem a cerca de 13,5 milhões de euros.
 
No julgamento esteve em destaque a venda de um prédio dos CTT em Coimbra e de outro imóvel em Lisboa.