Voltar
15 novembro 2012 08h54

BCE: Espanha deve pedir ajuda "urgentemente"

O governador do banco central da Bélgica Luc Coene, acredita que Espanha deve pedir ajuda externa ao financiamento com a maior brevidade. A autoridade monetária poderá ter dificuldade a responder a outro período de volatilidade nos mercados financeiros.

“Espanha deve pedir ajuda urgentemente”, disse Luc Coene em entrevista ao jornal belga “De Standaard” citada pela Bloomberg. A urgência prende-se com a falta de ferramentas da autoridade monetária para fazer face à instabilidade nos mercados financeiros. Se a volatilidade regressar aos mercados financeiros “não sei com que truque é que o BCE o vai acalmar”, explicou.

A declaração é feita um dia depois de Olli Rehn, vice-presidente da Comissão Europeia e comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, ter dito que Espanha já não precisa de tomar mais medidas orçamentais para 2012 e 2013, mesmo sabendo que o nível do défice está acima do objectivo determinado pela União Europeia.

O anúncio feito por Olli Rehn na quarta-feira, dia 14 de Novembro, foi visto por alguns analistas políticos como uma forma de facilitar um pedido de ajuda de Espanha às autoridades internacionais, segundo noticia hoje a Bloomberg.