Voltar
29 abril 2013 12h04

Cadeia de roupa Blanco pede protecção contra credores

A empresa está a tentar chegar a acordo com os credores de forma a reestruturar a sua dívida, numa altura em que as dificuldades financeiras são evidentes, de acordo com a imprensa espanhola.
 
A Blanco já fechou inclusivamente lojas em Madrid, Barcelona, Andaluzia e Badajoz, segundo o site “ABC”, que adianta que mais de 100 trabalhadores pediram uma rescisão de contrato por não aceitarem as alterações que a empresa estava a propor na remuneração variável, além de terem denunciado atrasos no pagamento dos salários dos últimos dois meses. De acordo com a imprensa espanhola, a Blanco tem 2.000 trabalhadores.
 
“Os problemas da Blanco vão além da redução da remuneração variável e o congelamento de salários, tem a ver, fundamentalmente, com a política comercial implementada, e somente abordando esta será possível enfrentar com alguma garantia o futuro do grupo”, afirmaram fontes sindicais ao “ABC”.
 
Em Portugal, a Blanco tem 13 lojas, segundo a informação existente no site da empresa. No total, de acordo com a mesma fonte, a retalhista tem mais de 270 lojas, espalhadas por 23 países.