Voltar
14 maio 2013 16h13

Carlos Costa: "É crítico haver mais investimento" na economia portuguesa

A forte queda de investimento está a conduzir a uma redução do “stock” de capital da economia portuguesa que, a par com a forte destruição de emprego e a emigração dos mais qualificados, comporta um risco de redução do potencial de crescimento da economia, considera o Banco de Portugal. Carlos Costa, o governador, diz mesmo que “o risco de declínio da capacidade produtiva existe se não houver investimento”, avisando que é “crítico para a economia portuguesa haver mais investimento”.
 
Perante o diagnóstico, o Governador considera que é essencial reduzir a incerteza em torno de Portugal, defendendo a importância de “consenso” sobre as políticas a adoptar a médio prazo, isto é, tanto na na fase final do programa de ajustamento, como nos anos que se lhe seguirão.
 
Esta á razão central para defender um “largo acordo” sobre as trajectórias de défice e despesa ao longo dos anos, mas também um consenso social e político em torno das principais medidas estruturais: “Não programas bem sucedidos sem um grande consenso” política e social, afirmou.
 
Carlos Costa falou na conferência de imprensa desta manhã em que apresentou os resultados do banco central o relatório de análise à economia portuguesa em 2012.