Voltar
04 abril 2024 17h26

Caso gémeas: Chega avança com pedido para constituição de inquérito parlamentar

O Chega vai avançar com o pedido para a constituição de uma comissão parlamentar de inquérito ao caso das gémeas luso-brasileiras tratadas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, anunciou esta quinta-feira o presidente do partido.

"Tomei a decisão de pedir aos serviços técnicos do partido que avançassem com um pedido de comissão de inquérito parlamentar ao caso das gémeas", afirmou André Ventura, numa declaração aos jornalistas na Assembleia da República.

O líder do Chega justificou a decisão por entender que "é importante que haja escrutínio, independentemente dos decisores políticos envolvidos" e porque "este caso implicou para os contribuintes um custo de vários milhões de euros".

O Chega decidiu avançar com este pedido no dia em que foi conhecido o relatório da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS), que concluiu que o acesso à consulta de neuropediatria das gémeas luso-brasileiras tratadas no Hospital Santa Maria com um medicamento de milhões de euros foi ilegal.

Além deste caso, o Chega quer que esta comissão de inquérito apure também "se há casos parecidos em Portugal noutras zonas do país, noutras áreas, que têm custado milhões aos cofres dos contribuintes".

André Ventura indicou que vai contactar as bancadas do PS e do PSD para tentar que estes partidos apoiem a sua proposta, dizendo esperar um consenso sobre esta matéria.

Caso não seja possível e a proposta seja rejeitada em plenário, o presidente do Chega indicou que vai avançar com uma comissão potestativa, de caráter obrigatório.