Voltar
04 junho 2013 10h55

Empresas portuguesas tocam o sino em Nova Iorque

Às 14h30, hora de Lisboa, o secretário de Estado das Finanças, Manuel Rodrigues, estará no centro do balcão da bolsa mais antiga do mundo. O representante do Governo português foi o escolhido para tocar o sino que marca o arranque da negociação, momento que assinala os “Pan European Days” em Nova Iorque.
 
Ao contrário do que aconteceu nos anos anteriores, em vez do “Portuguese Day”, há agora os “Pan European Days”, evento que junta todas as companhias dos mercados Euronext, procurando aproximá-las dos investidores internacionais. E é neste âmbito que responsáveis de 12 empresas portuguesas atravessaram o Atlântico.
 
O evento, que arrancou esta segunda-feria, prossegue hoje, depois do tradicional toque do sino (que contará ainda com Luis Laginha de Sousa, presidente da Euronext Lisbon, José Maria Ricciardi, presidente do BESI, e CEO de algumas empresas no balcão), com uma série de reuniões com investidores, muitos deles norte-americanos.
 
Estão agendadas, ao todo, 650 reuniões com empresas portuguesas, francesas, holandesas e belgas, entre hoje e amanhã. Nestas, as cotadas nacionais procurarão passar a mensagem de que Portugal está a ir no bom sentido. Que o ajustamento das contas públicas está a ser feito e que há agora uma base sólida para a fase do crescimento.
 
*o jornalista em Nova Iorque a convite da NYSE Euronext Lisbon