Voltar
25 junho 2013 11h02

Euribor em máximos de Fevereiro

As taxas Euribor voltaram hoje a subir. No prazo a três meses, que há 20 sessões não recua, fixou-se nos 0,225%. Este é o valor mais elevado desde Fevereiro, nível no qual se situou a taxa a seis meses, que avançou para 0,345%.
 
Já a subida da sessão desta terça-feira elevou a Euribor a nove meses para os 0,446%, um máximo desde Março. A taxa interbancária com o prazo mais elevado, a doze meses, avançou para os 0,541%, o nível mais elevado desde Abril.
 
Apenas a taxa a um mês ficou inalterada nos 0,128%, um nível no qual não se situava desde Agosto do ano passado.
 
A tendência de subida destas taxas, que em Portugal são utilizadas como indexantes do crédito à habitação, mantêm-se há várias sessões. No entanto, à excepção do prazo a doze anos, as Euribor continuam abaixo da taxa de juro de referência da Zona Euro, que se situa no mínimo histórico de 0,5%.
 
Para a próxima semana, está agendada a reunião mensal de política monetária do Banco Central Europeu (BCE). E, apesar das declarações recentes de responsáveis do banco central, que apontam para a possibilidade de novos cortes no preço do dinheiro, caso a economia dê sinais de maior debilidade, as Euribor não reflectem essa expectativa e têm vindo a subir.