Voltar
03 maio 2013 09h52

Euro avança a recuperar da maior queda em duas semanas

O euro encontra-se esta manhã a valorizar 0,34% para 1,3110 dólares depois do membro do conselho do Banco Central Europeu, Ewald Nowotny, ter afirmado que os mercados interpretaram excessivamente um possível sinal de que o BCE poderia estar a considerar uma taxa de juro dos depósitos abaixo de zero, segundo noticia a Bloomberg.
 
A moeda única única registou ontem a maior queda em duas semanas face ao dólar, algo que está a ser corrigido hoje depois de Mario Draghi, presidente do BCE, ter dito que os legisladores têm uma “mente aberta” sobre a possibilidade de reduzir a taxa de juro para níveis abaixo de zero, algo que seria feito pela primeira vez.
 
Segundo Nowotny, em entrevista à CNBC, os legisladores “não planeiam ir nessa direcção”. Por outro lado, o dólar caiu mesmo antes da divulgação de um relatório que deverá revelar que os empregados americanos intensificaram a contratação de funcionários em Abril.
 
Em Abril, os empregadores americanos terão contratado 140.000 pessoas, um número acima dos 88.000 de Março, de acordo com os economistas consultados pela Bloomberg. A taxa de desemprego terá ficado inalterada nos 7,6%, o nível mais baixo desde Dzembro de 2008.