Voltar
26 abril 2013 17h57

FMI apoia novas metas e objectivos do Governo de Espanha

“Apoio fortemente os objectivos do Governo espanhol para restaurar uma sólida posição orçamental bem como assegurar a recuperação e a criação de emprego”, afirma a directora do Fundo Monetário Internacional (FMI).
 
Para Lagarde, os dados divulgados esta sexta-feira são “bem-vindos”, uma vez que permitem ao Governo “prosseguir com uma consolidação mais gradual e atingir as metas”.
 
“Esperamos com interesse a oportunidade de discutir as medidas que constam da nova estratégia na próxima avaliação, agendada para o início de Junho”, revelou ainda a dirigente do FMI.
 
Os comentários desta sexta-feira seguem em linha com as afirmações de meados do mês, quando Lagarde revelou que Espanha precisava de mais tempo para a consolidação orçamental. “Espanha precisa de mais tempo e precisa de ser capaz de adaptar aos esforços de consolidação orçamental que já fez”, afirmou Christine Lagarde a 18 de Abril.
 
O Executivo espanhol reviu hoje em baixa as estimativas macroeconómicas para o país. O PIB deverá contrair 1,3% em 2013, o défice deverá fixar-se nos 6,3% e a taxa de desemprego deve alcançar os 27,1%.