Voltar
02 julho 2013 19h52

Luís Reis: "A instabilidade política é o pior cenário para a economia"

Para o presidente da Confederação dos Serviços de Portugal (CPS) “a instabilidade política é o pior cenário que podemos ter para a realidade económica”. “Esperemos que tão depressa quanto possível se restabeleça o cenário de uma robusta, clara e inquestionável estabilidade política” em Portugal”, argumentou.   
 
Em declarações ao Negócios, Luís Reis recusou contudo pronunciar-se abertamente sobre o cenário de eleições legislativas antecipadas em Portugal.
 
“Existem dois pilares” para permitir que Portugal sai da actual situação económica, enunciou o também administrador do grupo Sonae e presidente da Associação Portuguesa de Empresas de distribuição (APED). Em primeiro lugar, “o pilar da consolidação orçamental, que não está completo, e é ainda um “working in progress”, disse. O outro pilar, sublinhou, é o “do crescimento económico” para o qual o “cenário de estabilidade e previsibilidade” política e institucional é necessário.  
 
A actual situação de instabilidade política, acrescentou, ameaça o primeiro pilar e coloca em questão o segundo, concluiu Luís Reis.