Voltar
28 junho 2013 10h18

Ministra francesa afirma que Durão Barroso "não fez nada" na Comissão Europeia

Sobre se o português Durão Barroso tinha sido uma má escolha para a União Europeia, a ministra francesa respondeu à televisão LCI: "Penso que sim. Penso que não fez nada durante o mandato".
 
"É uma comissão que está a acabar e que não fez grande coisa durante o mandato, mas se Durão Barroso estava lá foi porque os Estados [membros] o aceitaram", acrescentou.
 
"Considero que a escolha de Merkel e de Sarkozy, há quatro anos, não foi boa", afirmou Bricq, de acordo com a agência noticiosa francesa AFP.
 
O antigo presidente francês Nicolas Sarkozy e a chanceler alemã, Angela Merkel, apoiaram a candidatura de Durão Barroso para um segundo mandato à frente da Comissão Europeia, em 2009.
 
O antigo primeiro-ministro português (PSD) foi eleito para a presidência da Comissão Europeia em 2004, para um primeiro mandato até 2009. O segundo mandato termina no próximo ano.
 
A tensão entre as duas partes aumentou nos últimos dias, devido à questão da exclusão do audiovisual das negociações comerciais entre a UE e os Estados Unidos, uma exclusão imposta pela França. Depois disso, Durão Barroso apelidou de "reaccionários" aqueles que recusam a globalização.
 
A redução dos défices ou as reformas estruturais a realizar constituem outro ponto de discórdia entre Paris e Bruxelas.