Voltar
15 novembro 2012 10h32

Passos Coelho: "Direcção que seguimos é a correcta"

Perante empresários luso-colombianos e estando a ser ouvido pelo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, o primeiro-ministro Passos Coelho falou do programa de ajustamento. "Precisamos de ter a noção clara de que a direcção que seguimos “é a correcta". E foi também de esperança que Passos Coelho falou:"tenho a certeza que o processo em curso será bem sucedido", até porque "estamos a executar [o programa] de acordo com o que ficou previsto".

"Portugal está a ano e meio de atingir as metas a que se tinha proposto no programa de ajustamento. Isso significa uma grande esperança daqueles que vivem em Portugal e que precisam de ganhar confiança perante o futuro e dar uma perspectiva positiva para quem olha para Portugal como destino do seu investimento", acrescentou.

As relações económicas, continuou Passos Coelho, "vivem de factores como a confiança e a credibilidade. O pior que pode acontecer a uma sociedade “ é perder a confiança em si própria". O primeiro-ministro diz acreditar que "estamos a reconquistar confiança" e voltou a criticar: "por vezes vivemos de uma riqueza ilusória", mas "o importante é aprender a lição e corrigir desequilíbrios. “É o que estamos a fazer", sublinhou.

(noticia em actualização)