Voltar
22 abril 2013 19h27

Paulo Portas agradece "colaboração intensa" de secretário de Estado exonerado

Numa nota oficial divulgada hoje Paulo Portas, destaca, nos "vinte meses de trabalho conjunto" com Luís Brites Pereira, "a definição conceptual da estratégia para a cooperação, o acompanhamento da fusão entre o Camões e o IPAD [Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento] e ainda a aposta maior na chamada cooperação delegada", que envolve fundos da União Europeia.
 
Luís Brites Pereira enviou também uma nota à comunicação social na qual diz terminar funções "com o sentimento de dever cumprido no plano da cooperação portuguesa e na ajuda pública ao desenvolvimento".
 
Francisco Almeida Leite, que substituirá Luís Brites Pereira, é um dos cinco novos secretários de Estado nomeados pelo Governo, que hoje tomaram posse. Três dos que ocupavam estas funções até agora serão exonerados.
 
A composição do Governo PSD/CDS-PP foi alterada hoje pela quinta vez desde a sua constituição, há cerca de dois anos. Quase metade dos secretários de Estado já mudou, mantendo-se em funções 20 dos iniciais 36.
 
O XIX Governo Constitucional tem agora 12 ministros e 38 secretários de Estado, o que, contando com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, totaliza 51 governantes, mais três do que no começo da legislatura.