Voltar
08 julho 2013 22h41

Sacyr vende Torre Adriá por 450 milhões

A Sacyr continua a alienar os seus activos, com o objectivo de reduzir a dívida. A construtora, através da sua unidade Testa, conseguiu vender 65% da emblemática Torre Adriá, localizada no bairro de La Defense, em Paris, por 450 milhões de euros. Na sequência deste negócio, a empresa conseguirá reduzir a sua dívida em 386 milhões de euros, noticiou o "Expansion".
 
Com esta operação, a Sacyr encaixa 224,7 milhões de euros e deixa de pagar 225 milhões de euros em crédito que tinha com a sua filial francesa Tesfran. O novo proprietário da Torre Adriá é o veículo de investimento REIT, detido por cinco instituições financeiras, entre as quais a própria Testa, que fica com 32% desta entidade.
 
Desde a sua aquisição em 2006, a Torre Adriá gerou uma rentabilidade anual de mais de 6%, com rendas no valor de 230 milhões de euros. A torre tem 54 mil metros quadrados e 39 andares.
 
O "Expansion" refere que esta operação da Sacyr é um pouco "complexa", uma vez que a empresa reduziu a sua participação na filial francesa da Testa (a TesFran), encaixando os cerca de 225 milhões de euros, equivalente à dívida relacionada com as rendas geradas pela própria torre. Já os cinco fundos de investimento que participam na nova sociedade veículo investem mais 225 milhões. Assim, com os 450 milhões a Sacyr amortiza a dívida relativa à Torre Adriá, que atingia os 437 milhões.
 
Com os 32% que a Testa tem na REIT, a sua participação no edifício fica avaliada em 70 milhões.
Recentemente, a Sacyr também havia alienado um outro edifício. Assim, com estas duas operações a empresa, liderada por Manuel Manrique, conseguiu reduzir o seu endividamento em 550 milhões de euros, cerca de 7% da dívida total apurada no final do ano passado.