Voltar
31 maio 2013 09h29

Taxa de desemprego em Itália atinge máximos de 36 anos

A taxa de desemprego aumentou de 11,9%, em Março, para 12%, em Abril, de acordo com os dados divulgados pelo instituto de estatística italiano, citados pela Bloomberg. A leitura inicial deste indicador apontava para que, em Março, a taxa de desemprego se situasse nos 11,5%. Com base neste valor inicial, os economistas consultados pela Bloomberg estimavam que o indicador subisse para 11,6%.
 
Este é o 15º mês consecutivo em que a taxa de desemprego em Itália se situa acima dos 10% e o valor divulgado esta sexta-feira corresponde ao mais elevado desde o início da série estatística, que data do primeiro trimestre de 1977, adianta a agência de informação.
 
A taxa de desemprego entre os jovens, com idades entre os 15 e os 24 anos, cresceu para 40,5%, em Abril, o que também corresponde ao valor mais elevado desde que estes dados começaram a ser compilados – 1966.
 
O aumento do desemprego tem sido apontado pelos principais responsáveis europeus como uma das maiores preocupações actuais, numa altura em que a maioria dos países da Europa está a enfrentar o crescimento do número de pessoas sem trabalho.
 
A chanceler alemã, Angela Merkel, revelou na quinta-feira que a Alemanha e a França querem mobilizar seis mil milhões de euros para promover o emprego jovem e afirmou que "a consolidação orçamental e o crescimento são duas caras da mesma moeda".