Voltar
17 junho 2013 21h17

Tribunal grego manda reabrir televisão pública

 
O Conselho de Estado (Tribunal Supremo Administrativo) grego anulou hoje a decisão do Governo de encerrar a ERT, a estação pública de rádio e televisão, ordenando o restabelecimento imediato do sinal para que sejam retomadas as emissões.
 
Numa medida cautelar decretada hoje à tarde, o tribunal sentenciou que a ERT deverá permanecer aberta até que se crie uma nova televisão pública.
 
A decisão ocorreu enquanto os parceiros da coligação tripartida do executivo realizavam uma reunião para procurar uma saída para a crise do Governo desencadeada após o encerramento da ERT, unilateralmente decretado pelo primeiro-ministro, Antonis Samaras.
 
 
Na reunião, Samaras tinha voltado a propor aos seus dois parceiros de coligação a reabertura "transitória" da radiotelevisão pública (ERT) sob a supervisão de uma comissão tripartida, referiu a agência noticiosa AFP.
 
De acordo com fonte governamental, citada pela AFP, uma comissão com representantes dos três partidos da coligação seria encarregada de "recrutar o número de jornalistas responsáveis pelo funcionamento da nova radiotelevisão pública" até á votação de um novo projecto-lei sobre a nova estação estatal projectada pelo Governo.