O que ter em conta para comprar ouro

Comprar ouro tem sido uma salvaguarda para investidores há vários séculos. Mas o que torna este ativo tão apetecível e o que deve ser tido em conta para investir?

 

O ouro é um ativo único: com elevada liquidez, mas escasso; é um luxo, tanto quanto um investimento. Atua como um diversificador face às flutuações do mercado bolsista. E comprar ouro pode servir como proteção contra a inflação e o risco cambial.

 

Descubra porque é que comprar ouro tem sido uma escolha recorrente para investidores há vários séculos, em culturas diferentes e em situações de mercado variadas.

 

 

As vantagens de comprar ouro

 

As vantagens de comprar ouro, do ponto de vista do investidor, são variadas. Por um lado, é um ativo cujo valor de mercado tem vindo, historicamente, a aumentar. Por outro, ajuda a diversificar a carteira de investimento de uma forma descorrelacionada com os mercados financeiros. Estas são as principais vantagens de comprar ouro.

 

 

Diversificação

 

O ouro é um dos diversificadores mais eficazes, descorrelacionado da evolução dos mercados financeiros. Historicamente, o ouro tem tido uma correlação negativa com ações e outros instrumentos financeiros.

 

Na década de 1970, por exemplo, o preço do ouro subiu à medida que a maioria das ações perdia. O inverso aconteceu nas décadas de 1980 e 1990, boas para as ações, mas más para o ouro. Em 2008, a situação inverteu-se novamente: as ações caíram substancialmente, pois os investidores migraram para o ouro. É por isso recomendável que os investidores diversifiquem, combinando ouro com outros títulos em carteira.

 

 

Preservação

 

O ouro manteve a importância ao longo dos tempos por ser uma forma de transmitir e preservar riqueza de uma geração para a outra. Desde tempos ancestrais que diferentes culturas valorizam as propriedades únicas deste metal precioso. O ouro não corrói, é fácil de trabalhar, tem uma cor única. Mas o seu valor não deriva apenas da estética. Este ativo continua a ser procurado pela economia real, em áreas como tecnologia, automóvel ou telecomunicações.

 

 

Proteção contra a desvalorização da moeda

 

O dólar americano é uma das moedas de reserva mais importantes do mundo. No entanto, quando o seu valor cai em relação a outras divisas, como aconteceu entre 1998 e 2008, muitas pessoas procuram a segurança do ouro, o que faz aumentar o preço. O preço do ouro praticamente triplicou entre 1998 e 2008, atingindo a marca de US $ 1.000 por onça no início de 2008 e quase dobrando entre 2008 e 2012, até atingir US $ 2.000.

EVOLUÇÃO DO PREÇO DO OURO EM $ POR ONÇA

Fonte: Goldprice

Item 1

Proteção contra a inflação e deflação

 

O ouro tem sido historicamente uma excelente proteção contra a inflação, porque o preço tende a subir à medida que o custo de vida aumenta. Quando uma moeda perde poder de compra devido à inflação, o preço do ouro tende a subir com o dos restantes bens, estando assim protegido o investidor. Por esta razão, o ouro é visto como uma boa reserva de valor, uma opção quando as moedas perdem valor.

Por outro lado, comprar ouro também protege o investidor contra o fenómeno inverso, a deflação. Este termo define um período em que os preços diminuem e a atividade empresarial desacelera, muitas vezes acompanhado por dívida pública excessiva. Durante a Grande Depressão nos EUA, por exemplo, o poder de compra relativo do ouro disparou, enquanto muitos outros preços caíam. Numa situação como esta, as pessoas optam por poupar dinheiro, em vez de o gastar, e para isso escolhem comprar ouro, o que faz aumentar o preço.

 

 

Incerteza Geopolítica

 

O preço geralmente aumenta mais quando a confiança nos governos é baixa. Quando as tensões mundiais aumentam, há tendência para comprar ouro e o preço sobe. Durante esses períodos, o desempenho deste ativo supera outros investimentos. 

 

 

Restrições de oferta

 

Como regra geral, a redução na oferta de ouro aumenta os preços. Grande parte da oferta de ouro no mercado desde a década de 1990 veio das vendas de barras de ouro dos cofres dos bancos centrais mundiais, que diminuiu muito a partir de 2008. Ao mesmo tempo, a extração de ouro das minas tem vindo a estabilizar desde os anos 2000. 

EXTRAÇÃO ANUAL DE OURO EM TONELADAS (2020)

Fonte: BBC

Item 1

Aumento da procura

 

 

Nos últimos anos, o crescimento de alguns mercados emergentes com grande apetite por ouro tem vindo a impulsionar a procura. Nestes países, comprar ouro é um elemento cultural associado a um elevado estatuto na sociedade. Na China, por exemplo, as barras de ouro são uma forma tradicional de poupança, e a procura tem crescido a um ritmo constante. A Índia é a segunda maior nação consumidora de ouro do mundo. A temporada de casamentos neste país, que decorre em outubro, é tradicionalmente a época do ano com maior procura global por ouro.

 

 

Como comprar ouro: de barras a ETF

 

Existem várias formas de obter exposição ao Ouro.

 

No Banco Carregosa disponibilizamos várias formas de exposição a este metal precioso: Barras de Ouro, Fundos de Investimento ou ETF (Exchange Traded Funds).

 

  • Barras de Ouro. Asseguramos a compra, venda, guarda e levantamento de Barras de ouro C-Hafner, o mais antigo refinador familiar da Alemanha. São barras com grau máximo de pureza do mercado, 999.9, embaladas em invólucro selado e com número de série único. 

 

  • Fundos de investimento. Mediante a estratégia do gestor do Fundo, poderá aceder a títulos do "universo" do ouro, como, por exemplo, empresas mineiras ou empresas relacionadas com outros metais preciosos. Desta forma, consegue obter exposição ao ouro, podendo ainda manter um rendimento recorrente fruto dos dividendos que fundo possa pagar. 

 

  • ETF e Outras formas de exposição. À semelhança do que acontece com os Fundos de Investimento, os ETFs permitem uma diversificação da exposição e são cotados e transacionados em bolsa. A título de exemplo, o SPDR Gold Trust tornou-se um dos maiores ETFs dos EUA, bem como o maior detentor de barras de ouro do mundo em 2019. Descubra o que são ETF e como funcionam.

 

 

 

O ouro funciona como um valor seguro em momentos de incerteza sobre a arquitetura financeira. Na economia atual, comprar ouro volta a ser uma opção para os investidores que  pretendem proteger o seu património dos desafios dos mercados financeiros e para particulares que pretendem adquirir um valor universal e intemporal.

 

A nossa equipa está ao seu lado a cada momento, com uma abordagem personalizada. Proteger o seu património e preservá-lo para as gerações futuras é o que nos move. Entre em contacto com a nossa equipa para comprar ouro ou investir através de Fundos de Investimento ou ETF.

Para consultar Informação Legal complementar, por favor clique aqui.

Mais Insights